sábado, 7 de julho de 2012

Vi seus olhos...


Vi seus olhos no meio daquela multidão. Parecia duas estrelas no meio da via láctea. Duas estrelas que brilhavam chamando os meus olhos. Não só meus olhos, claro. Chamavam meu corpo, minha boca, chamavam minha alma, meu ser. Era como um imã, puxando a minha vida para perto da sua.
Mas você desapareceu. E para sempre vou me perguntar aonde será que estão aqueles olhos. Foi um amor que não vivi. Fiquei ali, paralisada. Nada pude fazer, não te segui e nem te procurei. E nunca mais te achei. 
E só com o brilho dos teus olhos fiquei.


Um comentário: